Noticias

2011-09-27 . O poder de integrar semelhantes

Em meio à inúmero quantidade de informações, Redes Sociais de nicho destacam entre a preferência dos usuários 

Dividir para crescer. Esse é o pressuposto das Redes Sociais de nicho que surgem de maneira desenfreada no Brasil e no mundo. Mas qual é a vantagem de participar de uma rede específica se já faço parte das grandes redes de massa? Qual é a diferença de estar em mais um ambiente de discussão online? As pessoas estão realmente interessadas em sair do “local comum”? Essas são dúvidas freqüentes que são respondidas diariamente a cada e-mail que o usuário recebe convidando-o a participar de uma nova rede social.

 

Por incrível que pareça, o interesse em integrar novos grupos é grande e muitas pessoas sentem falta da comunicação “de qualidade”, que consideram a partir de seus interesses. Nas redes de massa, o usuário reencontra velhos amigos, vê possibilidades de emprego, interage com vizinhos, parentes etc. Porém, nesse ambiente não é democrático discutir apenas do seu time de futebol, por exemplo, para não correr o risco de “perder amigos” ou deixar de conseguir alguma oportunidade de negócio. Já nas redes segmentadas, o usuário escolhe o debate que quer participar, encontra pessoas com interesse em comum, agrega conversas relevantes, que vão muito além do “Oi, quer tc?”.

 

Conhecido como “Interney” – apelido recebido por integrar e ‘pregar’ as redes sociais no Brasil, Edney Souza acredita que redes de nicho podem sobreviver se tiverem uma vantagem real para o usuário.  “Nossa vida possui pelo menos 2 grandes segmentos: o pessoal e o profissional. No campo pessoal costumamos dividir nossos interesses em diversos segmentos e nem sempre os amigos que gostam do mesmo tipo de música curtem praticar o mesmo tipo de esporte. Algumas redes sociais tentam resolver isso criando segmentação de tema, outras permitem criar listas, grupos ou círculos de amigos”, conclui.

 

Exemplos reais são conhecidos a partir de empresas e pessoas que trocam informações profissionais, disponibilizam vagas/currículos, discutem sobre o mercado, em troca de uma boa oportunidade. Esse é o propósito do LinkedIn, que agrega pessoas com objetivos profissionais, e é uma das redes que mais cresce no mundo.

De acordo com Edney, o foco ajuda a qualificar as discussões. “No LinkedIn por exemplo, basta um clique para você conhecer a experiência de um usuário e entender como o ponto de vista dele pode ter influenciado na discussão”, completa.

 

Rede de Eventos

 

No Brasil, a novidade é a rede social de eventos "Chogoo" (www.chogoo.com), que integra empresas que querem divulgar eventos e usuários que buscam informações sobre shows, festas, congressos etc. Além de visualizar atrações do mundo todo, o usuário pode criar seus próprios eventos e promoções e selecionar a opção de quais eventos deseja receber – o que impede a ação de spams com informações que não são de sua região nem fazem parte de seu gosto pessoal.

 

Lançado em julho desse ano, o Chogoo traz um espaço de entretenimento especializado, mas que investe no antigo pressuposto da exposição e curiosidade em saber mais sobre a pessoa com quem se relaciona. Os usuários podem compartilhar em seus perfis, fotos e vídeos de eventos, conseguem saber em qual festa ou show seus amigos vão estar e podem criar seus próprios eventos privados, convidando apenas os amigos que escolher.

 

Benefícios, vantagens e importância das Redes Sociais de Nicho:

 

Conectam pessoas que geralmente não se conhecem. Nas Redes de massa o comum é adicionar amigos de vários setores (pessoais, profissionais etc).  Nas redes de nicho, pessoas se conectam porque tem interesses comuns, permitindo que se desenvolva um relacionamento offline. Pode-se dizer que as redes de nicho aproximam quem está longe, enquanto as redes de massa afastam quem está perto.

 

- Alcançam audiências interessadas, desenvolvendo sinapses online inteligentes.

 

Agregam conversações relevantes.

 

- Nicho não significa “não ter ninguém por lá”. Um nicho pode ser bem populoso, mas sem a presença imposta de spams.